Atendimento (67) 3345-0333


MENSAGEM DO GRÃO-MESTRE FEVEREIRO 2022

Mensagem do Grão-Mestre

A título de mensagem aos Irmãos, neste reinício das atividades maçônicas, quero dizer que não pretendemos nos render à pandemia e que a nossa Grande Loja vai voltar a crescer.

Recordo-me que quando era criança e me machucava, minha mãe dizia: “calma, vai passar”. Com essa frase, as feridas, os hematomas e os traumas doíam menos e significavam algo mais. A respiração alterada voltava ao fluxo normal e um esboço de sorriso surgia na face já refeita após o breve desespero. A calma voltava a reinar e eu me tornava mais forte.

Até hoje, e sobretudo hoje, a frase “vai passar”, pronunciada com firmeza e com a voz acolhedora materna, permanece em minha mente, como alento, quando as tristezas e as decepções da vida surgem de repente. A lembrança vem carregada de saudade, perene, inesquecível. Vida composta de fases, começos e recomeços, mas também de elos que perpassam estas etapas. Todo o resto, que não está alicerçado no coração desbota, esboroa. A mão que afaga abranda o medo. Recorda que, amanhã ou depois, os objetos não estarão mais no mesmo lugar, e o que parecia insuportável, subitamente silenciará. 

E neste momento, ainda de crise pandêmica, me parece que já é hora de darmos ouvidos ao conselho de nossa mãe, que agora relembro:

Vai passar, meus irmãos, a pandemia vai passar!

E já está passando. Na verdade, embora ainda resista, está agonizando, nos estertores da morte.

Devemos ter fé e otimismo e não nos entregarmos.

Por certo que devemos respeitar o maldito vírus, pelos males que já causou, e não descuidar das cautelas sanitárias para evitar a sua disseminação.

Mas, não podemos deixar que o vírus controle nossa vida, nossas atividades, nossos sonhos. Não podemos nos acovardar e colocar o vírus em um pedestal, para ser adorado e reverenciado como a um deus pagão.

Meus irmãos, Albert Einstein nunca foi tão atual! Nobel de física em 1922, sempre foi conhecido pela sua personalidade excêntrica, temperamental.

Porém, representava o novo, uma luz em meio às trevas. Sua vida foi marcada por duas guerras mundiais, crise financeira com o “crash” da bolsa de Nova Iorque em 1929, e crise moral com a ascensão do nazi-fascismo.

Muitos pensadores escreveram sobre o que é viver “crises”, poucos puderam traduzir isso de forma tão clara e objetiva como Einstein.

 

Dizia Einstein:

 

“Não pretendemos que as coisas mudem, se sempre fazemos o mesmo. A crise é a melhor benção que pode ocorrer com as pessoas e países, porque a crise traz progressos. A criatividade nasce da angústia, como o dia nasce da noite escura. É na crise que nascem as invenções, os descobrimentos e as grandes estratégias. Quem supera a crise, supera a si mesmo sem ficar "superado".

 

Então, é isso meus Irmãos, bola pra frente que o jogo da vida está só no começo e a humanidade não pode parar. A maçonaria não pode parar. Nós não podemos parar, sob pena de perecermos pela nossa própria incompetência e conformismo.

Vamos vencer essa guerra, com fé, otimismo e sobretudo trabalho!

E que Deus nos ajude!


Ademar de Souza Freitas
Grão-Mestre


GLEMS © 2022 - Todos os direitos reservados
Autoatendimento
Grande Loja do Estado de Mato Grosso do Sul
Emitido em 07/08/2022 20:20